Ninfoplastia: Saiba tudo sobre a cirurgia íntima

A ninfoplastia ou labioplastia é a cirurgia plástica que remodela os lábios vaginais, melhorando a aparência do órgão feminino com um resultado mais assimétrico.

O principal objetivo dessa cirurgia íntima é deixar a genital feminina com as proporções desejadas pela mulher ou com o aspecto original, anterior as mudanças que são provocadas por diversos fatores.

Veja agora como funciona essa cirurgia e em quais casos ela pode ser aplicada.

Ninfoplastia: O que provoca as alterações naturais na vagina?

Desconfortável, embaraçoso, feio, diferente… Essas são algumas das formas que muitas mulheres se referem às alterações estéticas e funcionais da genitália feminina durante uma consulta com o cirurgião plástico ou ginecologista.

Nem sempre há um motivo específico para essas mudanças físicas no órgão que não seja a própria genética, mas vale destacar algumas delas, como:

  • envelhecimento
  • alterações hormonais, com o uso de anticoncepcionais, anabolizantes ou menopausa
  • alterações de peso

Com isso, um simples incômodo pré-existente pode desencadear, após essas mudanças, uma certa perturbação psicológica, que tem como consequência a perda de libido e baixa auto estima.

Com o tempo, problemas afetivos, no casamento, isolamento social e outros fatores fazem muitas mulheres buscarem pela ninfoplastia.

Quais são as características vaginais que mais incomodam as mulheres?

Dentre as principais queixas, o que mais aflige boa parte das pacientes que buscam pela intervenção cirúrgica são:

  • aumento nos pequenos lábios com excesso de pele, ultrapassando consideravelmente a abertura dos grandes lábios
  • aumento dos grandes lábios com flacidez de pele, acompanhado ou não de excesso de gordura
  • aumento de gordura localizada no monte de vênus, região superior ao clitóris

No entanto, de todas os problemas, é o excesso de pele dos pequenos lábios que lidera a busca pela ninfoplastia.
Nesta situação, muitas mulheres sentem vergonha de usar biquínis ou até roupas mais justas na academia, pela sensação de que todos percebem o aumento de volume na região.

É comum também, algumas relatarem a vergonha que sentem de serem vistas pelo seu parceiro.

Quais são os riscos da ninfoplastia?

A cirurgia íntima é altamente segura, fazendo com que os índices de complicações sejam mínimos.

O procedimento é feito com anestesia local ou sedação e de forma cautelosa, eliminando os riscos de hemorragia.

Para evitar ainda mais qualquer risco, o repouso total de 48 horas após a cirurgia é imprescindível, sem qualquer tipo de atividade.

Apesar de não ser muito comentada, devido ao receio de algumas mulheres quanto a repreensão de amigas e familiares, a ninfoplastia foi realizada em mais de 25 mil mulheres brasileiras em 2016, o dobro do número de 2015, constatado pela ISAPS, Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica Estética.

Além disso, famosas como Ângela Bismarchi, Geisy Arruda e Andressa Urach também já fizeram o procedimento.

Mas afinal, como é feita a ninfoplastia?

A ninfoplastia é aplicada de diferentes formas para cada caso específico. Acompanhe.

Pequenos lábios

Para permitir uma forma mais harmônica dos pequenos lábios, é feita a retirada do excedente de pele na membrana com o bisturi, finalizando o procedimento com pontos absorvíveis.

Grandes lábios e monte de vênus

Por sua vez, em algumas situações, o incômodo referido é devido ao excesso de gordura na região do monte de vênus.

Esta situação muitas vezes está associada ao aumento de peso, mas pode estar presente mesmo em mulheres magras.

Nestes casos, uma lipoaspiração pubiana é realizada e, se necessário , ajusta-se o excesso de pele do local.

O contrário também pode ocorrer. Mulheres muito magras podem apresentar atrofia do subcutâneo nos grandes lábios e solicitam um aumento de volume nessa região, que pode ser realizado com enxerto de gordura em um procedimento conhecido como lipofilling.

Para o enxerto também pode ser utilizado o ácido hialurônico, uma espécie de colágeno derivada do próprio corpo humano.

Quais são os cuidados a tomar ao fazer a ninfoplastia?

O procedimento cirúrgico da ninfoplastia não é um procedimento agressivo, dispensando a internação.

Os pontos aplicados, são descartados naturalmente pela regeneração do tecido dos pequenos lábios vaginais.

Mesmo assim, após as 48 horas de repouso, as relações sexuais devem ser evitadas por um período de 20 a 30 dias, para a total recuperação do inchaço no local.

A ninfoplastia pode ser realizada com outras cirurgias plásticas?

Por ser uma cirurgia simples, algumas mulheres optam por fazer a ninfoplastia junto a outras cirurgias plásticas, como a prótese de silicones nos seios, rinoplastia, dentre outras, aproveitando a anestesia e outros gastos.

Mas vale salientar, que mesmo podendo ser feita em conjunto com a abdominoplastia por exemplo, é mais indicado que se faça de forma separada.

Acontece que a recuperação de uma pode atrapalhar na outra, já que as cirurgias de lipoaspiração e lipoescultura precisam do uso da cinta no pós-operatório, o que pode apertar a vagina, causando um certo desconforto se a região estiver inflamada.

O mesmo vale para a prótese no bumbum, onde a recuperação requer que a mulher fique deitada de barriga para baixo, sendo inconveniente nos casos de enxerto no morro de vênus.

Onde fazer a ninfoplastia?

Com as alterações no comportamento feminino nas últimas décadas e maior exposição do corpo, a curiosidade pelos procedimentos disponíveis vem aumentando significativamente.

De fato, as dificuldades de acesso a informação sobre o tema e a timidez para questionar sobre um assunto tão delicado, constituem hoje o principal obstáculo para a disseminação da ninfoplastia.

Caso ainda esteja com dúvidas sobre o procedimento de ninfoplastia, entre em contato conosco e agende uma visita.

As opções de tratamento para correção estética são extremamente eficientes e vão te proporcionar os objetivos desejados.

ENTRE EM CONTATO
E TIRE SUAS DÚVIDAS.

 

 (61) 3244-1603

(61) 3203-7356

 (61) 99105-5318