Ginecomastia: Saiba tudo sobre o procedimento

A ginecomastia é o aumento do volume das mamas em homens, e é um problema que pode atingir quase a metade da população masculina.

Seja por alteração hormonal ou genética, a solução mais eficaz para o problema é a intervenção cirúrgica, que traz de volta a auto estima do homem.

Veja agora como funciona essa cirurgia e porque a ginecomastia pode chegar até você.

Ginecomastia Homem

Ginecomastia: O que provoca o aumento da mama nos homens?

A ginecomastia pode ser influenciada pela genética. Mas alterações hormonais vindas durante a adolescência ou velhice podem causar o distúrbio.

O que acontece é que o nível de estrogênio, hormônio feminino, pode se elevar durante essas fases hormonais instáveis, ou simplesmente pelo impulso de fatores externos como:

  • uso de anabolizantes
  • medicamentos para hipertensão
  • medicamentos para alívio de refluxo, como domperidona

 

Outros medicamentos e drogas também podem ter como efeito colateral a ginecomastia.

No entanto, também é muito comum o aparecimento do distúrbio em pessoas com hiper e hipotireoidismo, onde a glândula da tireóide, produtora dos hormônios do corpo, perde a sua eficácia.

Há ainda a ginecomastia causada pelo excesso de gordura, que com um repentino emagrecimento fica ainda mais aparente, pelo excesso de pele.

Quais os males a ginecomastia pode trazer para a saúde do homem?

O grande problema causado pela ginecomastia é a baixa auto estima do paciente, que pode se isolar do convívio social, evitando principalmente a prática de esportes por vergonha do próprio corpo.

Além disso, o excesso de estrogênio ou falta de testosterona no corpo masculino, pode causar várias desordens que incluem alterações de humor, ansiedade, falta de força física e insônia ou sonolência.

Qual é o tratamento recomendado para eliminar o excesso de peito nos homens?

Para a regularização hormonal, o paciente deve fazer um acompanhamento com o endocrinologista onde serão feitos exames laboratoriais para constatar qual é o nível hormonal em déficit no paciente.

Após essa constatação, a cirurgia estética é o melhor caminho para desfazer a ginecomastia.

Como são feitas as cirurgias?

A cirurgia varia de caso para caso.

Em situações onde a mama é derivada exclusivamente do acúmulo de gordura, é necessária a lipoaspiração no local.

Se houver excesso de pele este também já será ajustado.

Mas para os casos onde há o problema hormonal constatado, é necessário também a retirada de toda a glândula mamária, podendo ter a planície do peito ajustada com enxertos de silicone para o peitoral masculino, caso seja de desejo do paciente.

Quais são os cuidados a tomar, antes, durante e depois da cirurgia?

A cirurgia de ginecomastia possui raros índices de complicações, sendo comumente realizada com anestesia local e sedação.

A internação se dá apenas por algumas horas após o término do procedimento cirúrgico, ou seja, o paciente tem alta no mesmo dia.

Porém, é necessário o comparecimento até o complexo hospitalar para o processo de drenagem dos fluídos, que se acumulam no local durante 3 dias. Já o uso da cinta por até 2 meses, é recomendado na melhora rápida e eficaz dos hematomas e inchaço.

Como você viu, a ginecomastia pode e deve ser tratada de modo a melhorar a qualidade de vida e autoestima do paciente.

Para mais dúvidas, entre em contato e marque uma visita. Nossa equipe está pronta para te atender e esclarecer qualquer dúvida sobre o procedimento. Até a próxima.

 

Endereço:

Centro Médico Júlio Adnet
SEPS 709/909, Sala 121, Bloco B
Asa Sul, Brasilia-DF

ENTRE EM CONTATO
E TIRE SUAS DÚVIDAS.

 

 (61) 3244-1603

(61) 3203-7356

 (61) 99105-5318